Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado e Tecnólogo

Quanto tempo dura de 2 a 4 anos

Área de Conhecimento Ciências Sociais Aplicadas

Estágio Obrigatório

Como é o curso de Gastronomia?

Como é a faculdade?

O curso de Gastronomia prepara o aluno para manusear alimentos e elaborar pratos, assim como fazer a gestão de pessoal e de fornecimento de produtos.

Outros pontos que fazem parte dessa formação são: o cuidado com a segurança alimentar, dos processos industriais e da legislação relacionada à indústria alimentícia.

Como é o mercado?

No mercado de trabalho, o tecnólogo em Gastronomia pode trabalhar em restaurantes, lanchonetes, bares, hotéis, bufês, hospitais e empresas de catering (que fornecem refeições para companhias aéreas ou eventos).

Ele também tem mais facilidade de se colocar no mercado, graças ao enfoque prático do curso. Já o bacharel pode exercer atividades nas áreas de ensino, pesquisa e extensão.

O que você irá aprender?

Segundo o Catálogo Nacional de Cursos Superiores definido pelo Ministério da Educação (MEC), o curso de Gastronomia forma um profissional apto a:

  • Conceber planejar, gerenciar e operacionalizar produções culinárias nas diferentes fases dos serviços de alimentação;
  • Diferenciar e coordenar técnicas culinárias;
  • Diferenciar e coordenar técnicas culinárias;
  • Validar a segurança alimentar;
  • Identificar novas perspectivas do mercado alimentício;
  • Vistoriar, avaliar e emitir parecer técnico em sua área de formação.
  • Caso queira dar prosseguimento aos estudos, o aluno pode ingressar em uma pós-graduação na área de Ciência e Tecnologia de Alimentos, por exemplo.

Como é a rotina?

O profissional de Gastronomia cria e elabora pratos e cardápios, atuando direta e indiretamente na preparação dos alimentos.

Ele também gerencia a equipe de cozinha e planeja as rotinas de trabalho. Pode gerenciar, ainda, os estoques e trabalhar na capacitação de funcionários.

Quais são as áreas de atuação?

O profissional de Gastronomia pode trabalhar em locais como hospitais e spas, restaurantes comerciais, institucionais e industriais, embaixadas e consulados, parques temáticos e cruzeiros marítimos, etc.

Ele atua individualmente ou em equipe, em ambiente fechado, em horários diurno e noturno.

 

Quais são as habilidades exigidas?

As principais características do profissional de Gastronomia, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

  • Senso de organização e liderança;
  • Saber delegar tarefas e trabalhar em equipe;
  • Criatividade;
  • Controle de situações adversas e capacidade de improvisação;
  • Autocontrole;
  • Multiplicar talentos;
  • Senso estético, capacidade de discriminar odores e paladar apurado.

Quais são as exigências do mercado?

O exercício da Gastronomia foi regulamentado em 2015. Para atuar, o profissional dessa área precisa apenas do diploma em um curso reconhecido pelo MEC. Não é obrigatória a inscrição em órgão ou conselho da categoria.

Para o chefe de cozinha, o exercício pleno das atividades costuma acontecer após três ou quatro anos de experiência profissional. Já os tecnólogos em Gastronomia, não necessitam de experiência profissional prévia para exercer suas atividades.

Cursos de especialização, que variam de 200 a 400 horas, também podem ajudar no aprimoramento do profissional da área e na ampliação de oportunidades no mercado de trabalho.

Nota de corte para o curso de Gastronomia

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

 

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa