Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado

Quanto tempo dura em média, 5 anos

Área de Conhecimento Engenharias

Estágio Mínimo 160 horas

Como é o curso de Engenharia Química?

Como é a faculdade?

A formação em Engenharia Química habilita profissionais para lidar com as transformações físico-químicas da matéria-prima.

Depois de finalizar a graduação, o aluno será capaz de criar novos métodos de extração, focados no meio ambiente, e de produção, buscando a inovação em seus produtos.

Ele também poderá idealizar, desenvolver e otimizar os processos industriais que envolvem as transformações químicas, físicas, biológicas e correlacionadas.

Como é o mercado?

O engenheiro químico pode atuar em indústrias tradicionais (alimentos e bebidas, por exemplo), em indústrias de extração de minerais metálicos, petróleo e gás, refino de combustíveis, fabricação de produtos químicos e petroquímicos, além de indústrias de açúcar e álcool. Outra opção é trabalhar como professor e pesquisador em universidades e institutos de pesquisas. 

O trabalho desse profissional geralmente é feito em equipe e, em alguns casos, ele pode ficar exposto a materiais tóxicos, ruído intenso e altas temperaturas.

O que você irá aprender?

Todos os cursos de Engenharia, inclusive Engenharia Química, devem ser compostos por núcleos de conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC).

Os conteúdos básicos precisam representar pelo menos 30% da carga horária total. Entre os tópicos estudados, estão:

  • Administração;
  • Ciências do Ambiente;
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais;
  • Economia;
  • Eletricidade Aplicada;
  • Expressão Gráfica;
  • Fenômenos de Transporte;
  • Física;
  • Informática;
  • Matemática e Estatística;
  • Mecânica dos Sólidos;
  • Metodologia Científica e Tecnológica;
  • Química.

Já os conteúdos profissionalizantes correspondem a pelo menos 15% da grade curricular e são estes:

  • Balanços de massa e de energia;
  • Transferência de quantidade de movimento, de calor e de massa;
  • Termodinâmica;
  • Engenharia das reações químicas;
  • Engenharia de bioprocessos;
  • Operações unitárias envolvendo transferência de quantidade de movimento, de calor e de massa;
  • Operações unitárias envolvendo sistemas particulados;
  • Engenharia de meio ambiente;
  • Modelagem, simulação, otimização e controle de processos;
  • Análise, síntese, projeto e segurança de processos.

Os conteúdos específicos restantes, com extensões e aprofundamentos da parte profissionalizante, fica a critério das faculdades. 

Para se formar, o aluno precisa ainda entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Como é a rotina?

A rotina de trabalho do engenheiro químico é voltada ao controle de processos químicos, físicos e biológicos, a partir da definição de parâmetros de controle, padrões, métodos analíticos e sistemas de amostragem.

Também fazem parte das suas funções desenvolver processos, arquitetar sistemas e equipamentos técnicos, implementar Sistemas de Gestão Ambiental (SGA) e de segurança em processos e procedimentos de trabalho e elaborar a documentação referente.

Quais são as áreas de atuação?

O formado em Engenharia Química pode atuar em diversas funções dentro das mais variadas indústrias. 

Algumas das funções são supervisor de projetos e processos de produção, pesquisador e desenvolvedor de novos métodos produtivos e de extração.

Quais são as habilidades exigidas?

Quais são as exigências do mercado?

Além do diploma em um curso de Engenharia Química reconhecido pelo MEC, o profissional deve estar regularmente inscrito no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) para poder atuar na área.

Profissionais com especialização também costumam ser mais valorizados no mercado de trabalho.

Nota de corte para o curso de Engenharia Química

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte.

O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa