Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado e Pós-graduação

Quanto tempo dura em média, 4 anos

Área de Conhecimento Ciências exatas e da Terra

Estágio Mínimo 240 horas

Como é o curso de Engenharia de Software?

Como é a faculdade?

A formação em Engenharia de Software capacita profissionais para criar e desenvolver novos programas de computador. 

Depois de concluir o curso, o engenheiro estará apto para projetar, testar e realizar a manutenção de softwares, sistemas, jogos, aplicativos e plataformas digitais.

Como é o mercado?

O engenheiro de software trabalha tanto na área de software quanto na de hardware, incluindo robótica. 

Esse profissional pode ser contratado por indústrias químicas; de material de transporte; de máquinas para escritórios e equipamentos de informática; instituições financeiras; e nas telecomunicações.

Também pode atuar em universidades, institutos de pesquisa e empresas dos setores público e privado.

 

 

 

O que você irá aprender?

O curso de Engenharia de Software, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais estabelecidas pelo Ministério da Educação (MEC), prepara o aluno para:

  • Compreender e aplicar processos, técnicas e procedimentos de construção, evolução e avaliação de software;
  • Analisar e selecionar tecnologias adequadas para a construção de software;
  • Conhecer os direitos e propriedades intelectuais referentes à produção e utilização de software;
  • Exercer múltiplas atividades relacionadas a software, como desenvolvimento, evolução, consultoria, negociação, ensino e pesquisa;
  • Identificar e analisar problemas avaliando as necessidades dos clientes;
  • Especificar os requisitos de software;
  • Projetar, desenvolver, implementar, verificar e documentar soluções de software baseadas no conhecimento de teorias, modelos e técnicas;
  • Identificar novas oportunidades de negócios e desenvolver soluções inovadoras.

Com duração média de quatro anos, a graduação conta com disciplinas relacionadas a Engenharia e Matemática em seu currículo.

Como é a rotina?

A rotina de trabalho do engenheiro de software é baseada em arquitetar soluções em Tecnologia da Informação. O profissional identifica problemas e oportunidades, desenvolve 

protótipos e projeta aplicativos em linguagens de baixo, médio e alto nível. Ele também coordena ambientes operacionais, faz documentações, fornece suporte técnico e organiza treinamentos a usuários.

No dia a dia, é muito importante que o profissional vá além da programação e esteja bastante atento aos apelos do contratante, do cliente final e dos usuários do programa desenvolvido. Só dessa forma será possível fazer os ajustes adequados para otimizar o uso dos softwares.

Quais são as áreas de atuação?

A área da Tecnologia da Informação, com o desenvolvimento de softwares para empresas, é o principal campo de trabalho do engenheiro de software. Mas também há a possibilidade de criar projetos com financiamento próprio ou sob demanda para clientes.

O intenso uso de celulares e tablets pela população é um dos motivos que profissionais dessa área sejam tão procurados. 

Quais são as habilidades exigidas?

Quais são as exigências do mercado?

Para atuar como engenheiro de software, é preciso ser formado em um curso superior na área reconhecido pelo MEC. 

O engenheiro também pode ter certificações homologadas por instituições reconhecidas pelo mercado e/ou títulos de pós-graduação.

Nota de corte para o curso de Engenharia de Software

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte.

O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa