Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado

Quanto tempo dura em média, 5 anos

Área de Conhecimento Engenharias

Estágio Mínimo 160 horas

Como é o curso de Engenharia de Produção?

Como é a faculdade?

A formação em Engenharia de Produção habilita pessoas para o gerenciamento de recursos humanos, financeiros e materiais de empresas, de forma a aumentar sua produtividade e rentabilidade.

O engenheiro de produção traz uma sólida formação multidisciplinar essencial para empresas que desejam aumentar sua competitividade. Ele aponta, elabora e resolve questões dos sistemas de produção de bens e serviços.

Como é o mercado?

 

O profissional de Engenharia de Produção pode trabalhar em quaisquer organizações produtivas, como empresas, hospitais, bancos e indústrias.

O que você irá aprender?

O curso de Engenharia de Produção, assim como todos os cursos de Engenharia, deve ser composto de conteúdos básicos, profissionalizantes e específicos, segundo definido pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Ministério da Educação (MEC).

Os conteúdos básicos compõem 30% da carga horária total e devem conter elementos de Administração, Ciências do Ambiente, Ciência e Tecnologia dos Materiais, Economia, Eletricidade Aplicada, Expressão Gráfica, Fenômenos de Transporte, Física, Informática, Matemática e Estatística, Mecânica dos Sólidos, Metodologia Científica e Tecnológica, e Química. 

Os conteúdos profissionalizantes obrigatoriamente devem ocupar 15% da grade do curso, com os conteúdos de Engenharia do Produto, Ergonomia e Segurança do Trabalho, Estratégia e Organização, Gerência de Produção, Gestão Ambiental, Gestão Econômica, Gestão de Tecnologia, Modelagem, Análise e Simulação de Sistemas, Pesquisa Operacional, Processos de Fabricação, Qualidade, Sistemas de Informação,e Transporte e Logística.

Já os conteúdos específicos restantes, com extensões e aprofundamentos da parte profissionalizante, ficam a critério da instituição de ensino. Por fim, para se formar, o graduando deve apresentar um trabalho de conclusão de curso.

Como é a rotina?

O engenheiro de produção identifica e analisa perdas de processos, produtos e serviços, criando planos de ações preventivas e corretivas. Nesse sentido, ele pode desenvolver, testar e supervisionar sistemas, processos e métodos produtivos.

 

O profissional de Engenharia de Produção também pode gerenciar atividades de segurança no trabalho e do meio ambiente. Ele terá habilidades em planejamento de empreendimentos e atividades produtivas, com coordenação de equipes e treinamentos.

Quais são as áreas de atuação?

Quem se forma em Engenharia de Produção costuma encontrar mais espaço dentro do ramo industrial, como no setor metalúrgico, no de produtos alimentares e no de refino de petróleo.

 

Atua em equipe, em empresas públicas e privadas, podendo em determinados casos estar exposto a ruídos intensos ou a altas temperaturas.

Quais são as habilidades exigidas?

As principais características do engenheiro de produção, listadas pelo Ministério do Trabalho, são:

  • Capacidade de negociação;
  • Capacidade de antecipar problemas;
  • Raciocínio matemático;
  • Raciocínio lógico;
  • Capacidade de trabalhar em equipe;
  • Senso crítico;
  • Criatividade;
  • Liderança;
  • Atenção difusa;
  • Capacidade de agir sob pressão;
  • Capacidade de resolução de problemas;
  • Capacidade de contornar situações adversas;
  • Pró-atividade;
  • Persuasão;
  • Objetividade;
  • Tomar decisões;
  • Assumir riscos;
  • Capacidade de inferência.

Quais são as exigências do mercado?

O profissional de Engenharia de Produção deve ter diploma em curso reconhecido pelo MEC e inscrição regularizada no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

 

O exercício pleno da profissão costuma ocorrer após quatro anos de experiência. É comum encontrar profissionais com pós-graduação no currículo.

Nota de corte para o curso de Engenharia de Produção

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

 

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa