Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado, Tecnólogo, Pós-graduação e Técnico

Quanto tempo dura de 2 a 4 anos

Área de Conhecimento Ciências sociais aplicadas

Estágio Não é obrigatório

Como é o curso de Design de Interiores?

Como é a faculdade?

A formação em Design de Interiores capacita o estudante para planejar ambientes, mobiliários e objetos segundo padrões estéticos e de funcionalidade. O profissional elabora projetos para residências, espaços comerciais e corporativos, ambientes promocionais e cenográficos.

Durante o curso, o aluno adquire conhecimentos teóricos e multidisciplinares para contemplar aspectos socioculturais, psicológicos, econômicos e tecnológicos no seu trabalho.

A graduação pode ser de nível bacharelado ou tecnológico. O bacharelado tem currículo parecido com o curso de Arquitetura e Urbanismo, mais focado em atividades práticas, como o desenvolvimento de projetos e técnicas de instalações e iluminação, enquanto o tecnológico é voltado para criação de projetos de interiores e pesquisas sobre tendências de moda.

Como é o mercado?

O que você irá aprender?

O curso de bacharelado em Design de Interiores, conforme as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), segue as regras vigentes para o curso de Design, contemplando conteúdos da área como um todo e específicos para a habilitação em Design de Interiores, segundo o currículo elaborado por cada instituição de ensino.

O conteúdo geral da área de Design deve ter os seguintes eixos de formação: Eixo de Conteúdos Básicos, Eixo de Conteúdos Específicos e Eixo de Conteúdos Teórico-Práticos.

As matérias do Eixo de Conteúdos Básicos são:

  • História e Teorias do Design;
  • Métodos e Técnicas de Projetos;
  • Meios de representação, comunicação e informação;
  • Relações usuário/objeto/meio ambiente;
  • Produção e Mercado.

Já o Eixo de Conteúdos Específicos pode abordar:

  • Produções artísticas;
  • Produção industrial;
  • Comunicação Visual;
  • Interface;
  • Modas e vestuários;
  • Interiores e paisagismos;
  • Design e outras produções artísticas.

O Eixo de Conteúdos Teórico-Práticos, por sua vez, inclui a abordagem teórica e a prática profissional, estágio curricular supervisionado e atividades complementares específicas e compatíveis com o perfil desejado do aluno.

Para os conteúdos específicos de Design de Interiores, tanto em nível tecnológico quanto em bacharelado, há as seguintes disciplinas, de acordo com avaliação do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep):

  • História do Design, da Arte e do Mobiliário;
  • Teoria da cor e da forma;
  • Percepção visual aplicada ao espaço;
  • Composição espacial;
  • Luminotécnica;
  • Conforto ambiental;
  • Ergonomia e desenho universal aplicada ao design de interiores;
  • Desenho técnico de projeto;
  • Desenho perspectivo;
  • Modelos tridimensionais;
  • Detalhamento de interiores e mobiliário;
  • Instalações efêmeras e cenografia;
  • Noções de instalações prediais e sistemas estruturais e construtivos das edificações;
  • Materiais aplicados;
  • Paisagismo em pequena escala;
  • Aspectos ambientais e a relação com o espaço construído;
  • Gestão de projetos de interiores;
  • Ética e relações profissionais;
  • Projeto de interiores residencial, comercial, institucional e de serviços;
  • Ferramentas digitais para representação de projetos de design de interiores.

Como é a rotina?

Quais são as áreas de atuação?

O profissional de Design de Interiores pode trabalhar em escritórios de engenharia, arquitetura e design, lojas de móveis e interiores e indústria moveleira. Outra opção é atuar como empreendedor.

 

 

Quais são as habilidades exigidas?

Quais são as exigências do mercado?

Nota de corte para o curso de Design de Interiores

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte .

O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa