Resumo do curso

Tipos de curso Bacharelado, Tecnólogo, Pós-graduação e Técnico

Quanto tempo dura em média, 4 anos

Área de Conhecimento Ciências sociais aplicadas

Estágio Não é obrigatório

Como é o curso de Comércio Exterior?

Como é a faculdade?

A formação em Comércio Exterior capacita profissionais para mediar as relações entre compradores e vendedores de vários países, além de planejar e gerenciar a logística e as operações de comércio.

Assim que formado, o estudante compreenderá as técnicas e métodos de compra e venda de produtos e serviços entre empresas e governos de diferentes nações, saberá acompanhar os acontecimentos econômicos e políticos internacionais e analisará as tendências dos mercados, identificando oportunidades e elaborando estratégias de marketing.

O curso é oferecido como tecnológico, na área de Gestão e Negócios, e como especialização na área da Administração.

 

 

 

Como é o mercado?

No mercado, o graduado em Comércio Exterior pode atuar em agroindústrias, indústrias, empresas de importação e exportação, cooperativas, bancos, multinacionais, empresas de transporte, empresas aduaneiras e de câmbio, consultorias, assessoramento empresarial, empresas prestadoras de serviços, editoras especializadas, entre outros locais.

O profissional geralmente trabalha com carteira assinada, em ambientes fechados, nos horários diurnos e em equipe, sob supervisão eventual. 

O que você irá aprender?

O curso de Comércio Exterior, de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais definidas pelo Ministério da Educação (MEC), segue as regras gerais dos cursos tecnológicos. Ele está dentro do eixo de Gestão e Negócios e tem carga horária mínima de 1.600 horas.

Para avaliar o curso de Comércio Exterior, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) considera as seguintes matérias:

  • Logística Nacional e Internacional: transportes e seguros;
  • Termos de Comércio Internacional;
  • Sistema Harmonizado e Classificação Fiscal;
  • Legislação Aduaneira: regime comum e especial;
  • Marketing Internacional;
  • Sistemas de Informação de Comércio Exterior;
  • Processos e Procedimentos de Exportação e Importação: tratamento administrativo (sistemática e órgãos anuentes), documentação e despacho;
  • Negociação Internacional e Relações Multiculturais;
  • Práticas Cambiais e Financeiras Internacionais: modalidade de pagamentos, contratos e créditos documentários;
  • Economia Internacional;
  • Instituições e Acordos Internacionais (tratados, organismos e blocos);
  • Responsabilidade Social e Ambiental;
  • Processos de Gestão Administrativa: econômico, financeiro e humano;
  • Raciocínio Lógico Quantitativo;
  • Direito Internacional;
  • Formação de Preço e Custos no Comércio Exterior: tributos, impostos, taxas e benefícios fiscais.

Como é a rotina?

O dia a dia do analista de Comércio Exterior envolve realizar operações de comércio internacional para importação e exportação de produtos e serviços, analisar o mercado internacional, participar da promoção de produtos ou serviços em eventos e orientar o desembaraço aduaneiro.

 

 

 

Quais são as áreas de atuação?

As áreas de atuação do profissional de Comércio Exterior são empresas privadas de vários setores que lidam com importação e exportação, empresas de logística, de câmbio e seguro, instituições financeiras e agências governamentais de desenvolvimento econômico.

 

 

Quais são as habilidades exigidas?

Quais são as exigências do mercado?

Para trabalhar na área, é exigido o diploma em curso superior de Comércio Exterior reconhecido pelo MEC ou em Administração com especialização em Comércio Exterior.

Também é preciso estar registrado no Conselho Regional de Administração (CRA). 

O cumprimento pleno das atividades ocorre após quatro ou cinco anos de experiência.

Nota de corte para o curso de Comércio Exterior

Sabia que, utilizando apenas o seu resultado do Enem, você pode entrar em diversos cursos de universidades federais, estaduais e privadas?

Para ajudar o estudante a entender as suas possibilidades, o Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. O sistema reúne os dados das últimas provas e mostra o desempenho mínimo para conseguir uma vaga em um dos programas educacionais do governo.

Veja vagas exclusivas no Quero Bolsa